segunda-feira, dezembro 08, 2014

Beleza radical



















Dei por ela pela primeira vez no Bloco de Esquerda, depois vi-a a apoiar não sei o quê do Mário Soares e na 6ª feira vi-a no Expresso da Meia-Noite a fazer descarada campanha eleitoral por um tal partido ou movimento, nem sei, chamado “Juntos Podemos”. Falo de Joana Amaral Dias.

Este movimento/partido não sei o que propõe mas, pelo menos o nome vem com cheiro a castelhano, e a “assembleia cidadã” que convoca também me cheira a comida requentada. Posso estar de mal com os odores mas tudo nesta iniciativa política me cheira a oportunismo mal cozinhado.

Ao contrário, oportunismo muito bem cozinhado parece-me o da Joana.

Temendo que me chamem invejosa e maldizente, nem vou falar da sua postura de boneca arrogante e sabichona, (ó p’ra mim que estou aqui, que sou tão gira e tão inteligente). Não, não vou falar, até porque, na verdade, ela é gira e inteligente. Lamentavelmente, e usando o imenso tempo de antena posto ao seu dispor, coloca beleza, inteligência e feminilidade ao serviço da inconsequência política.

E o seu discurso radical não vai bem com tudo o resto. Quem poderá levá-la a sério?

Sempre acreditei que mais mulheres fazem falta na política, e que a podem fazer tão bem, ou melhor, que boa parte dos os homens.
O que me chateia é quando, como no exemplo exposto, a fazem igualmente mal.

Nota : o referido Expresso da Meia-Noite pode ser visto aqui.

Sem comentários:

Publicar um comentário