quinta-feira, abril 21, 2011

Por qué no te callas?

É caso para dizer – cada tiro, cada melro.

Primeiro Otelo disse que se soubesse que era para isto, não teria feito o 25 de Abril. Além de estúpido e primário, até parece que o fez sozinho e que sem ele não se teria feito.
Hoje vem dizer ao Jornal de Negócios, e segundo o Publico“Falta-nos quem saiba orientar o povo com honestidade, generosidade, com espírito de missão. Salazar foi uma pena, porque era um crânio em economia e finanças, podia ter feito maravilhas pelo povo, mas era um tipo de miopia política. Precisávamos de um homem com a inteligência e a honestidade do ponto de vista do Salazar…”
A continuar assim ainda o vamos tomar pelo palhaço de serviço a cada 25 de Abril.

Sem comentários:

Publicar um comentário