quinta-feira, novembro 17, 2011

É caso para voltar a dizer - Fascismo nunca mais!

"A promoção de Portugal através da imagem ou do som deve ser enquadrada numa visão de política externa e portanto quase que sob a orientação ou em contrato de programa com o Ministério dos Negócios Estrangeiros”, afirmou o economista, que defendeu mesmo que a informação veiculada pelo canal internacional deve ser “filtrada” e “trabalhada” para passar a mensagem de promoção do país. Um tratamento da informação que, acrescentou, “não deve ser questionado”. “A bem da Nação”, rematou.

Estas declarações do fuinha Duque cheiram tanto ao passado nosso conhecido que tresandam. Segundo as suas propostas, o governo fará as notícias para o “exterior” e para o “interior” defende que os portugueses tenham a informação mínima. Tudo nos termos de Salazar – “A bem da Nação”.

Ao pé desta gentinha Paulo Portas é um perigoso esquerdista que até já disse que não quer ter nada a ver com a RTP Internacional.
Isto não é imbecilidade como já vi escrito; é um bando protofascista de cowboys a dar caça à democracia.

Cairão, tenho a certeza. E cairão por dentro porque este não é o PSD de Cavaco, Ferreira Leite, Sá Carneiro e muitos outros que nele votaram toda a vida.
Quanto aos estragos que farão pelo caminho, não sei se serão todos reparáveis.

Sem comentários:

Publicar um comentário