quarta-feira, novembro 09, 2011

Bilhar às Nove e Meia

O livro Bilhar às Nove e Meia, de Heinrich Böll (Colónia 1917-1985, Prémio Nobel da Literatura em 1972), não é um livro simples nem de fácil leitura, mas merece todo o esforço que é pedido ao leitor.

Denso e polifónico, narra a história de três gerações da família Faehmel, antes, durante e depois da guerra. Ninguém ali é completamente bom ou mau, culpado ou inocente, santo ou pecador, mas todos são desiludidos.

Todos contam a sua história desses anos em que a família foi feita em frangalhos, todos tentam fazer as pazes consigo mesmos, com o país e com a família em si. Também para todos a guerra trouxe um mundo novo em que cada um procura o seu novo lugar.

Dotado duma escrita moderna, em que todos falam ao mesmo tempo e em vários tempos, o livro não desilude - pelo contrário - quem chegar ao fim, mas nunca facilita a caminhada do leitor.

Sem comentários:

Publicar um comentário