quarta-feira, setembro 07, 2011

Alô, Presidente

Nunca, até hoje, tinha ido ver a página do Facebook do nosso PR.
Embora não me pareça que o modernaço meio seja o mais adequado para comunicar com essa entidade abstracta, mas não virtual, chamada povo, pensei que, ao menos lá, escrevesse alguma coisa sobre o que, neste momento, preocupa o tal povo.
Nada. Fala das festas de Campo Maior, do turismo e do Algarve, do jovem que ganhou uma medalha nas olimpíadas da matemática, das férias para recuperar porque Portugal não pode falhar o esforço de recuperação da economia e da confiança dos investidores internacionais, para o que é fundamental o contributo, a energia e a determinação de todos nós.
Ora bolas, senhor Presidente, isso até um qualquer senhor Silva básico e “passista” é capaz de dizer; é só retórica.
Então e a carga fiscal, e as gorduras, e a Madeira, e os tumultos vindouros, e a reforma do Estado, e a banca, e a economia, e a Europa, enfim, a substância?
O Sr. Presidente parece o meu boletim do euromilhões semana após semana - BRANCO.

Sem comentários:

Publicar um comentário