segunda-feira, julho 21, 2014

Olha que coisa mais linda




 
 
“Um dia, Deus debruçou-se demasiado sobre um bocado de barro e caiu para dentro do Homem”.

Fragmentos persas
Anónimo, século I depois de Hégira
- Selecção e recolha de Téophile Morel)
In, Para onde vão os guarda-chuvas
Afonso Cruz
Alfaguara, Novembro 2013, 2ª edição

Nota: um bom texto sobre o livro pode ser lido aqui e começa assim:
Por vezes, somos deslumbrados por um livro que nos faz sentir pequenos.
“Para onde vão os guarda-chuvas” é um dos mais belos livros que li nos últimos anos.
Mário Rufino

Eu estou inteiramente de acordo!

Sem comentários:

Publicar um comentário