terça-feira, abril 10, 2012

Nós não somos a Grécia

Em Janeiro tivemos a notícia de que, entre 2010 e 2011, desapareceram dos registos do fisco 111 000 crianças que estavam “a cargo” de muitas famílias portuguesas. O desaparecimento deu-se, precisamente, quando passou a ser obrigatório atribuir número de contribuinte aos menores para os pais os poderem declarar no IRS.


Na ilha de Zakynthos (Grécia), descobriu-se que dos 700 cegos declarados e que, como tal, recebiam subsídio, apenas 50 são de facto invisuais. (DN)

Não, é claro que nós não somos a Grécia.

Haverá muitas semelhanças no caminho que levamos mas as diferenças também são óbvias - por lá abundam os cegos, enquanto por cá o que não falta é olho vivo.

É apenas um detalhe na tragicomédia que nos é comum.


1 comentário:

  1. Olho vivo por cá??!!
    Não vejo tal, dado que votaram nestes tipos!!

    ResponderEliminar