quarta-feira, fevereiro 29, 2012

Conheço um país...

Conhecemos um país, o nosso, onde o Orçamento de Estado tem 600 milhões de euros para o aumento do capital do BPN segundo confirmou o secretário de Estado do Orçamento, Luís Morais Sarmento. “”Em outubro passado eram 350 milhões de euros, em dezembro Passos Coelho dizia que eram 500 milhões de euros e agora, apenas um mês depois, passou a 600 milhões de euros” (daqui)
De seguida, o BPN será vendido ao BIC por 40 milhões.

Nesse país, o mesmo Estado não consegue arranjar um chavo para começar a pagar à farmacêutica Roche uma dívida de 135 milhões de euros (não são eles que dizem que as dívidas são para pagar e no prazo acordado?)

A Roche fornece aos hospitais portugueses dois medicamentos sem rival no tratamento de cancro - Herceptin (cancro da mama) e MabThera (linfoma) que, a partir de agora, só fornecerá com dinheiro à vista. Como os hospitais só têm dinheiro para a gestão corrente, é fácil prever o que se passará.

Questão de simples prioridades: para o governo PSD/CDS as pessoas estão no fim (da linha) e servem, basicamente, para pagar impostos que
o mesmo governo se encarregará de “estafar” com os amigalhaços.
Alguém ainda tinha dúvidas?
Vale a pena indignarmo-nos?
Já NÃO!

Sem comentários:

Publicar um comentário